Núcleo interdisciplinar de pesquisas teatrais da Unicamp

O que contém os projetos do LUME?

Curso na Sede do LUME. Foto: Gabi Perissonoto

Pensamos projetos para pesquisar outros modos de pensar e outros modos de fazer com uma único objetivo: necessitamos de forma urgente criar outros corpos e outras materialidades para a emergência de outras presenças.

O Ato de Criar como ação política efetiva e urgente!

Os tempos atuais exigem esse esforço micropolítico macrocósmico de ações de inventividade - o paradoxo aqui é proposital. Nunca precisamos tanto de seres criativos. Precisamos criar outros corpos para fazer escapar as forças alegres excluídas das materialidades excludentes. Precisamos inventar outras presenças para além da presença insistente das ausências epistêmicas. E criar corpos é compor materialidades outras com forças invisíveis, ocultas. Criar corpos é agenciar frestas e fissuras, é promover micro e pequenas alianças, é treinar respiros curtos e possibilidades impossíveis. Criar corpo é liberar outros prismas afetivos e fazê-los re-insistir no campo pelo tempo necessário para serem assimilados.

Repitamos!

Criar corpos é liberar outros prismas afetivos e fazê-los re-insistir no campo pelo tempo necessário para serem assimilados.

Reforcemos mais uma vez para ficar claro:

Criar corpos é liberar outros prismas afetivos e fazê-los re-insistir no campo pelo tempo necessário para serem assimilados.

Criar outros corpos (outras materialidades afetivas), não é, nem de longe, resolver os problemas postos, mas promover outros problemas mais complexos.